quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

DAR SANGUE


Hoje concretizei um objectivo que já tinha há muito tempo: dei sangue pela primeira vez. Não dói nada e saber que aquelas gotinhas do nosso sangue podem ajudar a salvar a vida a alguém é uma sensação muito boa.

Só tenho uma pequena coisa a apontar, todo o processo antes da colheita foi muito demorado, mas explicaram-me que normalmente não é assim tão demorado. Hoje estavam muitas pessoas para doar sangue e também houve uns imprevistos no hospital o que levou a esse atraso.

Quando doar sangue, tome uma refeição reforçada, é muito importante para não ter uma quebra de tensão.

Por favor, dê sangue, não custa nada e pode ajudar a salvar uma vida.

Pode esclarecer as suas dúvidas e saber os locais onde pode dar sangue na página do Instituto Português do Sangue.

5 comentários:

Tita disse...

eu já há algum tempo que não dou. mas tenho que ir tratar disso.e é uma coisa que não custa. fizeste bem. jokinhas

Isália disse...

Eu já pensei nisso várias vezes, mas acho que não sou capaz...só de pensar da-me um arrepio e parece que vou desfalecer...só de pensar...Eu não era assim...sempre fui corajosa...mas agora tou assim sensivel...

o_diario_da_nossa_paixao disse...

Acho muito bonito da tua parte. Sempre foste uma rapariga muito preocupada com os outros e isso torna-te uma pessoa muito especial. Obrigada por seres quem és.

Coisas minhas disse...

Os meus PARABÉNS!!! Eu não sou capaz!! Mas fico feliz por neste mundo onde há pessoas tão más, ainda existem pessoas com TU! Os meus mais sinceros PARABÉNS e que nunca te falte a coragem para o fazer!!!

Beijinhos e bom fim-de-semana

Cartas a Si disse...

Obrigada a todas pelos vossos comentários. Eu não me sinto nada especial por ter ido dar sangue, tenho apenas a sensação de dever cumprido. Não sou melhor nem pior do que ninguém, apenas sou e fiz o que senti necessidade de fazer. E para quem tem receio de o fazer, não tenha, não custa mesmo nada.